Existe um único remédio para todos os males: a Fé.

E de repente o céu se abre
As nuvens se dissipam
os raios do sol invadem sua alma, de modo suave
e tudo se ilumina.

A dor se vai, a tristeza passa, a solidão desaparece.
As cores voltam, os perfumes, os risos, os encontros…
O coração se acalma, a pressão some.
E tudo acontece de repente.

Um dia acorda e tudo muda
E não foi pelo cansaço,
não foi pela luta
e, sinto dizer, nem foi pelas orações.

Tudo muda porque você mudou
e foi de modo sutil, simples, leve
mesmo que tenha passado pela pior das tempestades
pela pior das dores, das tristezas…
Mesmo que tenha perdido batalhas, mesmo que tenha se sentido só
vazio, errado, sem rumo… Tudo muda porque você, de algum modo mudou.

E sabe o que foi isso? Como tudo aconteceu?
Mudou porque você arrebentou as amarras que te prendiam
Mudou porque você abandonou crenças que não ajudavam
Mudou porque você deixou sua verdadeira energia fluir… Não havia mais fundo para cair, não havia mais dor a sentir.
Só havia uma saída, você se entregar. E você, inconscientemente, entrega.
Se entrega ao amor, à vida verdadeira e não a desejada.
Se entrega à sua natureza, deixa a vida te invadir.

Tudo sai do consciente e entra num nível mais profundo
num nível que apenas existe, apenas pede pra que seja livre
Um nível que te coloca em sintonia consigo mesmos e, em conseqüência,
em sintonia com Deus.

E aí tudo se cura. Tudo se resolve. Tudo se acalma. Tudo se agita também.
E esse contato com esse nível chama-se Fé.
A relação com essa Verdade, chama-se Fé.
Ela pode nascer da dor mais profunda ou
do amor mais puro, mais sincero, mais livre que houver.

Enquanto não for pela Fé
Enquanto não for pela simples consciência de sua natureza…
Poderá ser pela dor.
Deixe que venha… mas que venha pelo amor.
Pra isso basta ser mais leve. Basta ser você.
Basta deixar Deus agir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *