A tecnologia está deixando o mundo tão fácil e os homens tão distraídos…

Antigamente tudo era real
A lua era a lua
O sol era o sol
A praia, a areia, o mar, o lago…
Via-se, sentia-se e marcava
e era fugaz…
Tinha que prestar atenção
pra guardar.
Só na memória ficava.

As viagens marcavam
os bons momentos ficavam guardados na caixinha do afeto
Que fica num cantinho muito especial,
No lugar mais sagrado que temos em nosso corpo:
Dentro do nosso coração.

Tudo era mais verdadeiro
Mais longe, mais difícil, mais desejado…
Cartões postais, cartas escritas a mão,
Fotos em papel que amarelavam
Livros em bibliotecas…
Tudo era um exercício, uma busca, uma conquista.

E veio a tecnologia e tudo ficou mais fácil
A lua que não vimos pois ficamos até tarde trabalhando
está na foto do Instagram
O sol que não sentimos na pele, a praia, a cachoeira…
Viajamos outras viagens.
Desenhos acabam com a poesia das palavras
basta mandar um coraçãozinho… Com tanta coisa boa que a tecnologia trouxe
Também trouxe a distração,
A perda de tempo,
de foco,
de vida…
Tanta gente vivendo a vida de outros
olhando pelas janelas dos Instagrans, Facebooks, Whatsapps…
E não olham pelas janelas de suas casas.

E com tudo isso,
ao se desligaram do mundo real
se afastam do Criador disso tudo

Deus está no som, na luz, no toque, na sensação…
Está na calma da mente, na respiração, no insconsciente.
Desligue-se para religar-se.
Ei… estou aqui fora, vem falar comigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *