De um arrependimento nasce um canal forte com Deus.

Um novo dia
novas estradas
novas experiências.
Oportunidades.

O igual pode ser diferente
Sorrisos e paciência onde não haviam.
Rotinas, com novos temperos.

Não há manual.

Dos erros,
dos incômodos
do desconforto
surgem a luz da consciência.
Uma vela se acende.

Qualquer sopro,
uma brisa suave, pode apagá-la.
Só consciência a fortalece
e acende outras velas.
E o caminho se ilumina.

Mas o erro se repete
de novo, de novo,
e o guerreiro sabe
quer mudar,
se arrepende.

As maiores lutas
são as internas.
Da derrota
o aprendizado,
o desejo de mudar.
O arrependimento.

Deus se aproxima
em silêncio segura a mão,
coloca no colo,
carrega nos ombros.

Ele não busca a sua perfeição
quer de você
consciência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *