Só há uma meta: encontrar o próprio caminho.

Dei tantas qualidades… Para alguns,
dei a criatividade,
a capacidade de olhar o mundo com novos olhos.

Dei o dom da música,
da escrita,
da arte de representar, de esculpir, de pintar,
de emocionar,
de despertar sentimentos tão lindos,
de acalentar almas… Tudo tão importante… Para outros dei o interesse
nas ciências, nos estudos,
A vontade de descobrir caminhos
que tornassem o mundo um lugar ainda melhor…
Dei o foco, a persistência, a capacidade de virar noites
buscando respostas, soluções…
Tudo em pró de seus irmãos… Tudo tão importante… E outros vieram para empreender
criar caminhos, gerar oportunidades para
que todos pudessem utilizar suas próprias
características em favor de um bem maior… Tudo tão importante… Mas vejo tanta gente perdida
Tantos filhos em busca de respostas rápidas
de prazeres mundanos…
Tão longes de seus caminhos, de seus dons… Dei tanto e tão pouco é utilizado… Se me ouvissem, entenderiam que é tudo tão simples,
basta serem o que nasceram para ser…
Assim é a natureza, assim são vocês.
Sejam, simplesmente, vocês…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *