A motivação permanente nasce da realização da alma.

A inconstância persegue o guerreiro.
Sem motivos o riso vem e vai.
A tristeza e o medo chegam.
O caminho florido de ontem
hoje é cheio de pedras.

Tudo tão inconstante… Seu desejo é a paz,
o riso, a leveza.
É isso que sua razão busca
Constantemente.
Mas escorre pelos dedos… O cansaço chega.
E da hora mais escura da noite
o luz começa a despontar.
Do nada?

Me alimente! Me entenda!
Me respeite! Deixe-me viver!
Ah! Essa alma impaciente!
Aproveitando-se da fraqueza,
começa a ser ouvida.
E as manhãs passam a ter sentido.

A fagulha vira fogueira.
A chuva vem como benção,
O sol, o vento, a noite..
Muros viram pontes.
Tudo constrói.

E o guerreiro descobre-se.
Fortalecer sua essência.
Tudo faz sentido.

E sua alma,
leve,
alimentada,
sorri.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *