Lembre-se: Você nunca está sozinho!

E tudo se torna noite;
O sol não brilha,
A chuva despenca sobre tudo.

O vento incomoda,
A brisa incomoda,
Um sorriso incomoda… As crenças viram dúvidas,
A força, fraqueza.
A determinação, a coragem, a persistência,
não vêm… É aí que nasce a fé.

O caminho fica desconhecido
Perde o sentido.
A luta, cansativa demais.
Palavras, imagens, sons…
Nada afasta a escuridão.

É aí que nasce a fé.

A consciência de que tudo sempre esteve em nós.
A crença que nasce da dor, é inabalável.
Acalma.
Conduz.
Ilumina.
Determinados,
Conscientes,
Iluminados,
Em paz reinicia-se o caminho.

É aí que nasce a fé.

O tudo não veio do nada.
Do mergulho mais fundo,
vem a pérola mais bela.

É aí que nasce a fé.
Nunca estivemos e
nunca estaremos
sozinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *