Para os dias nebulosos, cautela. Para os dia de sol, ação. Para todos os dia, fé.

A viagem é longa.

O sol forte incomodará;

a chuva pedirá cautela.

Nevoeiros, noites escuras, ventos,

frio, curvas fechadas, pontes rompidas…

 

Nada é previsível.

Tudo pode mudar de um momento para o outro.

A consciência da inconstância da vida, é fundamental.

 

Respeitar a dinâmica da natureza.

Respeitar o corpo condutor da jornada.

 

A viagem não pode parar.

E não vai.

Não há escolha.

 

A força virá da crença.

Para todos os dias da viagem:

Fé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *