Acredite e siga seu destino.

Uma águia criada com galinhas, um dia voará.  A força de sua natureza, de sua essência fará com suas asas se abram e uma força maior, vinda do seu interior, a levará para o céu.

Nos braços do guerreiro ela repousa. Sabe que é livre para voar. A confiança no guerreiro e a consciência de sua liberdade, de sua força, a mantém no braço por opção. Por desejo.

Pobre homem! Tão livre e tão preso.

Guerreiro, Mestre, Curador, Visionário. Todos aí!

Permita que venham. Deixo-os voar.

Descobrir de modo natural, sua essência.

Confiar no não racionalmente explicável.

Permitir. Acreditar. Seguir o destino.

Único objetivo da existência: ser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *