Yes, it’s friday!

Hoje é dia dos posts de pessoas aliviadas por, finalmente, ter chegado a tão esperada sexta-feira. Me parece que vivem 71% de suas vidas esperando que os outros 29% cheguem… É viver 261 dias por ano – de janeiro à setembro – esperando para comemorar quando outubro chegar. E ainda estamos no final de julho…

Por que uma segunda-feira não pode ser um bom dia? Uma tarde de 4a ou uma terça-feira pela manhã? Nos finais de semana e feriados temos a chance de ficar mais tempo com nossa família, encontrar nossos amigos, fazer programas que durante a semana nossas agendas não permitem. Com certeza esses momentos tornam a vida muito mais agradável, muito mais leve, nos banham nas águas do afeto sincero de pessoas queridas e situações que nos dão prazer. Mas os outros dias precisam ser chatos?

Passamos a maior parte de nosso tempo em função de nossos trabalhos. Entre preparação, condução e o trabalho propriamente dito consumimos, em média, 11horas diárias (8h de trabalho + 2h de transportes + 1h para acordar, tomar café, se arrumar….). E se dormirmos 7 horas por noite, nos sobram 6 horas para almoçarmos, jantarmos e praticarmos outras atividades como ginástica, cursos, diversão…

O maior tempo de nossas vidas passamos trabalhando. Pela alegria com que as pessoas comemoram a chegada da 6a Feira, parece que trabalhando em coisas chatas, em atividades que não dão prazer. Temos que buscar prazer em nossos trabalhos ou buscar outros trabalhos que nos tragam mais prazer. Mas não se iludam, não há trabalho que não tenha seu lado chato. Todas as atividades, por mais glamorosas que pareçam, têm seus momentos chatos. O jardim do vizinho não é tão verde assim…

Para termos prazer no que estamos fazendo agora, por mais chato que possa ser, só temos que mudar nossos pensamentos em relação ao que está sendo feito. Simples assim. Se entendermos que o que estamos fazendo terá um fim e se fizermos com boa vontade, bom humor e vislumbrando a entrega da atividade da melhor maneira possível, nossa relação com o trabalho muda.

Nosso cérebro precisa de boa alimentação, exercícios e bons pensamentos que irão acionar boas memórias que, por sua vez, farão aumentar a produção de hormônios que proporcionam o prazer e assim a roda inverte o sentido e tudo fica mais leve.

Tenha bons pensamentos, escute boas músicas, se concentre no que estiver fazendo e transforme todos os seus dias em sextas-feiras…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *