Como realizar meus projetos?

Meu grande sonho é ter meu próprio negócio. Já pensei em tantas coisas diferentes, algumas cheguei, inclusive, a colocar no papel, mas de lá não saíram… Será que nunca vou passar dessa fase: colocar idéias no papel?
 
Trabalho nessa empresa há anos, gosto daqui, a empresa é ótima, mas meu grande desejo é crescer e assumir melhores posições. O que devo fazer?

Seja você um funcionário dedicado buscando crescer na empresa ou uma pessoa que acredita que se fosse dona do própria negócio estaria muito melhor do que está neste momento, seja por razões financeiras ou emocionais, não se deprima, você não está sozinha. Não há estatísticas oficiais sobre o número de pessoas que estariam, nesse momento, com esse sentimento, mas em uma pesquisa informal, me propus a perguntar a 30 pessoas entre amigos e conhecidos como se sentiam em relação a essas questões e 26 se enquadraram em uma das situações acima, ou seja, 87% dos entrevistados!!! É claro que é um universo pequeno, é claro que me restringi ao meu círculo de convívio na minha cidade, é claro que essa pesquisa, sob o ponto de vista estatístico é limitada mas, em que pese eu ter conversado com vários tipos de pessoas, desde as meninas que me atendem diariamente na loja de cafés que frequento, até amigos empresários e grandes executivos esse número é bastante expressivo.

No meu livro que estou acabando de escrever, apresento um modelo bem simples que tem me ajudado bastante a organizar e implementar meus projetos. Ele foi criado para ser feito em apenas 2 horas e contempla as seguintes etapas:

1) Escreva o conceito de sua idéia ou proposta no papel de modo bem conciso. Imagine que você teria apenas 25 segundos para apresentar essa idéia para um investidor ou para o seu chefe. Ela tem que ser clara, objetiva, atraente e ter algum diferencial em relação ao que está sendo feito.

2) Digamos que o investidor ou seu chefe gostaram do que ouviram e te dão mais 30 segundos de atenção (já melhorou o tempo… rs). E agora você tem que melhorar os argumentos de sua proposta apresentando dados rápidos do mercado (ou da situação atual existente), falar do potencial que a proposta tem, do tempo e do gasto e receita que ela pode trazer. Isso tudo em longos 30 segundos. Essa etapa também deverá ser escrita como a sugestão do modelo 1.

3) Em seguida apresente as etapas que deverão ser seguidas para o sucesso do projeto. Nada muito detalhado, apenas os grandes tópicos

4) Com a idéia vendida, seu chefe ou o investidor te convidam para um café e você terá a chance de explicar com um pouco mais de tempo, uns 15 minutos talvez, o detalhamento do projeto/proposta. Para isso será importante que você tenha informações mais seguras sobre o mercado ou a situação da empresa em relação aquele tema, o potencial real baseado em dados e fontes seguras, o investimento necessário e o resultado potencial. Em números seja realista, não otimista…

5) E por último, uma data proposta para começar informando o tempo que precisará e quando tudo será finalizado.

Para que você consiga montar isso em duas horas, ou seja, gastará duas horas para apresentar em 16 minutos seu projeto, você tem que estar focado no seu objetivo, não ficar “viajando” em duzentos sites de consulta, nem se apegar demais em detalhes. Não é o momento de ficar escolhendo o tipo de letra que vai colocar, nem mesmo o melhor formato de apresentação do Power Point ou qualquer outro programa que queira usar. Concentre-se no essencial e comece a fazer. Lembre-se que o objetivo do trabalho é ser um guia, um facilitador e não uma obra de arte…

No meu livro apresento alguns modelos feitos desse modo e que poderão servir como exemplo. Mas enquanto o livro não sai, tente fazer sozinho. Citando Terêncio, poeta e dramaturgo romano (185aC – 159aC) “Nada é tão difícil que, à força de tentativas, não tenha solução”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *